PcComponentes
Minha Conta

iPhone 15 vs Nothing Phone 2: Qual recomendamos?

Smartphones y tablets

Analisamos os prós e contras de um dos telemoveis mais interessantes do ecossistema Android frente ao modelo mais básico da família iPhone 15. Ainda que as suas especificações possam parecer parecidas, existe uma grande diferença que inclina a balança.

El iPhone 15 vs Nothing Phone 2 em comparação

Quando falamos em comprar um telemóvel e de qual escolher, o debate resume-se a dois grandes concorrentes: Android e iOS. Ou seja, um conjunto de fabricantes unidos sob um mesmo software (Android) contra uma empresa que se encarrega de desenhar o seu próprio hardware e software (Apple). Nesse sentido, nos últimos anos surgiram melhores telemóveis com boas câmaras ou melhores telemóveis de alta gama. Entre eles, um novo concorrente na esfera Android que pretende atacar um dos pontos diferenciais da Apple: o design. Falamos do Nothing Phone 2, um telemóvel que inclui algumas ideias interessantes, como um design transparente ou um conjunto de LEDs que se iluminam para mostrar certas notificações.

Colocamos frente a frente o Nothing Phone 2 contra um dos modelos de iPhone mais acessíveis, o iPhone 15, mas que não abdica da maioria das especificações que fazem destacar os dispositivos da Apple. Focamo-nos em elementos concretos como o processador, o armazenamento, a RAM, o tamanho do ecrã e a sua resolução, o conjunto de câmaras, o design, a capacidade da bateria e também o preço para emitirmos o nosso veredito.

Processador e memória do iPhone 15 vs Nothing Phone 2

Neste ponto, o benchmark de Antutu, um dos padrões utilizados na indústria, coloca o Apple A16 Bionic do iPhone 15 bem acima do Qualcomm Snapdragon 8 Plus Gen 1 do Nothing Phone 2. Dito isto, o Nothing Phone 2 conta com oito núcleos na sua CPU, em comparação com os seis do iPhone 15, o que pode permitir um melhor desempenho ao manusear várias aplicações ao mesmo tempo ou ao utilizar algumas que sejam mais exigentes do que o habitual.

Quanto ao armazenamento, ambos os telemóveis contam com três opções (128GB, 256GB e 512GB), embora o Nothing Phone 2 esteja equipado com 12GB de memória RAM, comparado com os 6GB do iPhone 15. Por último, a GPU do iPhone 15 opera a 1.398MHz contra os 900MHz do Nothing Phone 2.

Ecrã do iPhone 15 vs Nothing Phone 2

Neste ponto, o Nothing Phone tem um ecrã mais generoso, de 6,7” em comparação com as 6,1” do iPhone 15. Além disso, a sua taxa de atualização também é superior à do dispositivo da Apple, chegando até 120Hz, o que se traduz numa experiência mais natural e um melhor desempenho ao jogar. No entanto, o iPhone 15 pode alcançar 2.000 nits de luminosidade em comparação com os 1.600 do Nothing Phone 2, o que é uma vantagem se planeias usá-lo intensivamente ao ar livre. O iPhone 15 também ganha em densidade de píxeis por polegada, em parte graças ao seu menor tamanho.

Câmaras do iPhone 15 vs Nothing Phone 2

Neste ponto, o Nothing Phone 2 aposta na força bruta: possui duas lentes de 50MP na câmara traseira, embora a frontal fique nos 32MP e não grave vídeo em 4K. O iPhone 15 também tem uma câmara dupla, embora de 48MP e 12MP, respetivamente, enquanto a lente frontal é de 12MP, mas pode gravar em 4K. Aqui é importante referir que, para além do hardware, os iPhones sempre se destacaram por não ter as melhores especificações do mercado, mas em contrapartida, oferecer excelentes resultados no ecrã.

Design do iPhone 15 vs Nothing Phone 2

Vitória clara do Nothing Phone 2 graças a uma das suas marcas registadas, uma capa que, na parte traseira, conta com um conjunto de LEDs que podem ser configurados para se iluminarem como notificações. Este ponto, aliado a um design transparente, destaca-o de qualquer concorrente, incluindo o iPhone 15, cujas linhas visuais se mantiveram mais ou menos inalteradas desde o iPhone 12.

Bateria do iPhone 15 vs Nothing Phone 2

Aqui encontramos duas leituras que, embora possam parecer antagónicas, fazem sentido. O Nothing Phone 2 possui uma bateria maior do que a do iPhone 15, com 4.700mAh em comparação com os 3.349mAh do dispositivo da Apple. Se verificares as análises do seu desempenho, vais encontrar elogios: é uma bateria que pode ser utilizada durante um dia sem problema algum, embora possa aquecer em excesso.

Mas também é verdade que, apesar de ser quase 25% menor, a bateria do iPhone é praticamente tão capaz quanto a do Nothing Phone 2, podendo ser utilizada durante um dia praticamente sem problemas. A explicação? Ao desenhar tanto o hardware quanto o software, a Apple consegue melhorar a eficiência energética ao projetar ambos os elementos em conjunto.

Software do iPhone 15 vs Nothing Phone 2

Na eterna discussão entre Android e iPhone, pouco podemos acrescentar, pois esta é uma daquelas decisões pessoais ao nível de escolher entre Canon ou Nikon, ou Adidas ou Nike. Dito isto, o Nothing Phone 2 é compatível com Android 14, enquanto o iPhone 15 é compatível com iOS 17, sendo previsível que ambos tenham uma longa vida útil. Podemos dizer que com o iPhone 15 não terás acesso às futuras melhorias de inteligência artificial da Apple, chamadas Apple Intelligence, pois estão limitadas aos modelos Pro do iPhone 15.

Preço do iPhone 15 vs Nothing Phone 2

Vitória incontestável do Nothing Phone 2, já que podes adquiri-lo por mais ou menos metade do preço de um iPhone 15.

Outros elementos a ter em conta

Um ponto em que a Apple se destaca claramente é a certificação: o iPhone 15 é IP68, o que o protege contra o pó e permite mergulhá-lo até seis metros durante 30 minutos, enquanto o Nothing Phone 2 fica no IP54, sendo um pouco menos resistente ao pó e apenas protegido contra salpicos de água.

Também é relevante a capacidade do iPhone 15 de adicionar cartões eSIM, permitindo ter uma segunda linha de forma simples, especialmente para viagens ao estrangeiro, algo que o Nothing Phone 2 não oferece.

Nossa avaliação do iPhone 15 vs Nothing Phone 2

O nosso julgamento é claro, embora tenha um asterisco: se os compararmos frente a frente, e considerarmos todos os elementos, o Nothing Phone 2 deve ser a tua primeira opção. A seu favor conta com um ecrã maior, melhor taxa de atualização, uma bateria generosa, um bom conjunto de câmaras e um design inovador que, nesta altura, é bem-vindo num setor um tanto acomodado. Mas, acima de tudo, o preço é o fator que inclina a balança. Sim, o iPhone 15 pode ter um melhor processador e as suas câmaras podem oferecer melhores resultados, mas o facto de custar o dobro do telemóvel com que o comparamos invalida qualquer debate. Dito isto, o asterisco: se és daquelas pessoas que não pode viver sem iOS e não quer interagir com Android de forma alguma, adquire um iPhone 15. No entanto, avisamos-te, na nossa opinião, não existe nenhum sistema operativo tão bom que justifique esse desembolso.

post
BOFU
smartphones-y-tablets