PcComponentes
Minha Conta

Pendrive ou disco externo: Qual escolher e porquê

Descobre as diferenças entre a Pendrive e o disco externo, para comprares o que melhor se adapta à tua necessidadede de armazenamento portátil.

Pendrive vs disco externo

Pendrive: a que nunca falha

pendrive disco duro externo

A pen drive, ou também denominado memória USB, tem sido um companheiro confiável para armazenar e transferir dados de forma rápida e simples. Uma das principais características ou vantagens que possui reside no seu tamanho compacto.

Possui capacidades que variam desde alguns gigabytes até vários terabytes, sendo ideal para transportar documentos, fotos e ficheiros. É muito utilizado no âmbito estudantil para armazenar apresentações PowerPoint ou apontamentos, tornando-se uma opção ideal para pessoas que estão continuamente em movimento.

O seu tamanho reduzido facilita a sua portabilidade, podendo até mesmo ser transportado junto com as chaves. Desta forma, podemos ter sempre ao nosso alcance aqueles ficheiros que nos interessa manter por perto, de forma simples e prática.

Outra das grandes vantagens do uso das pen drives reside na sua conectividade universal USB padrão, permitindo utilizá-las em todo tipo de dispositivos: desde monitores, até televisores e consolas de jogos.

Um uso bastante recorrente das pen drives ou memórias USB é como disco de arranque. Por exemplo, se tivermos um portátil gaming recente, como este modelo da marca HP, que não possui sistema operativo integrado, podemos instalá-lo externamente utilizando este dispositivo.

Além disso, geralmente apresentam preços bastante acessíveis, especialmente quando comparados com outros dispositivos destinados ao armazenamento de dados. Na PcComponentes podes dar uma vista de olhos ao nosso catálogo de Pen Drives.

Cartões SD e MicroSD: a alternativa que ameaça as pen drives

tarjetas sd disco duro externo

Além das pen drives, outras alternativas de menor tamanho e também focadas na conservação de ficheiros de tamanho reduzido são os cartões SD e microSD. Estes últimos são um excelente recurso para armazenar informações em dispositivos de menor tamanho, como telemóveis ou consolas portáteis.

Geralmente, oferecem capacidades consideráveis para serem utilizados neste tipo de dispositivos, e boas velocidades de leitura e escrita sequenciais, embora inferiores às de outros tipos de dispositivos de armazenamento.

Este modelo da marca Samsung é um claro exemplo, além de vir com um adaptador incorporado para ser usado em ranhuras SD. Desta forma, podemos transferir, por exemplo, as fotos da nossa câmara fotográfica para o nosso smartphone de forma simples e rápida.

Por outro lado, é um meio utilizado na fotografia e vídeo profissionais, embora devamos optar pelos modelos de maior velocidade de transferência ou classe. Tenham em conta que, quando gravamos vídeo ou tiramos fotos, estamos a escrever no cartão SD, e quando lidamos com ficheiros 4K... a coisa complica-se com cartões SD normais.

Disco Rígido externo: potência e capacidade

disco duro externo vs pendrive

Por outro lado, os discos rígidos externos são a opção preferida para aqueles utilizadores que precisam de armazenar grandes quantidades de dados, ou para pessoas que procuram tempos de carga mais rápidos.

No caso de jogadores de plataformas como a PlayStation 5, a melhor opção existente para armazenar os dados dos seus jogos favoritos fora desta consola passa pela aquisição de um disco rígido externo. Desta forma, podemos conservar todos aqueles títulos que nos interessa manter.

São perfeitos para transportar uma grande quantidade de dados sem comprometer a qualidade dos ficheiros. A compra perfeita para jogadores, editores de vídeo, profissionais do mundo IT e todos aqueles que necessitam transportar muitos dados.

Os discos rígidos externos têm um tamanho superior ao das pen drives ou cartões microSD, além de, por vezes, apresentar ranhuras para conectar alguns destes dispositivos para expandir ainda mais o seu armazenamento.

A principal vantagem dos discos rígidos externos reside nas suas rápidas velocidades de transferência de dados. Desta forma, tornam-se ideais para trabalhos intensivos em dados. No entanto, precisaremos de um equipamento com portas de última geração, como USB4 ou USB 3.2.

Além disso, existem muitos modelos que vêm com proteção contra vibrações, quedas e até mesmo salpicos, para proteger a integridade dos teus dados em caso de acidente.

Pen drive ou disco rígido, qual escolher?

Entre estes dois fortes candidatos em que depositar a nossa confiança na hora de acumular e conservar os nossos ficheiros, devemos ter em conta uma série de fatores que obviamente têm a ver com as nossas necessidades.

  1. Se priorizarmos a portabilidade dos ficheiros e trabalharmos com uma quantidade moderada de dados, devemos optar pelo uso de uma pen drive.
  2.  Se manusearmos grandes volumes de dados e quisermos priorizar a velocidade no seu uso, um disco rígido externo será a nossa melhor escolha.
  3. Se a nossa prioridade for basicamente ter a maior capacidade de armazenamento nos nossos dispositivos móveis, os cartões SD e microSD são a nossa escolha.

Como acabámos de comprovar de forma simples, devemos ter em conta a importância destes fatores para escolher qual será o dispositivo que teremos de escolher para satisfazer as nossas necessidades.

Escolhamos o que escolhermos, a conclusão final é clara: cada vez contamos com um maior número de alternativas para manter em segurança todos os ficheiros que nos interessam. Com o passar do tempo, encontramos dispositivos mais compactos, seguros, resistentes e rápidos no que diz respeito ao armazenamento portátil.

post
TOFU
componentes
perifericos