Discos Sólidos SSD

Na PcComponentes dispomos do disco sólido SSD que estás à procura. Contamos com Discos sólidos SSD Externos e Internos das melhores marcas. Kingston, Crucial, Sandisk, Samsung... Que SSD queres?

120 artigos
FILTRARL

O que é um disco sólido SSD?

Os discos SSD são a evolução natural dos discos rígidos tradicionais. Também chamados de discos sólidos, um disco SSD é diferente da tecnologia anterior, uma vez que não tem cabeça, nem discos: Armazena e acede aos dados directamente nos módulos de memória, como uma pen drive. Este formato permite uma melhoria de velocidade incrível que atinge vários gigabytes de leitura e escrita.

Baseado numa estrutura de pontes NAND, a memória flash mantém as informações mesmo quando não recebe electricidade, ao contrário do que ocorre com a memória RAM.

Um SSD é composto basicamente de três elementos que, combinados, fornecem um desempenho significativamente melhor do que os discos rígidos tradicionais.

O controlador é um processador que se encarrega de manter a estrutura de memória NAND que compõem o disco sólido e é, sem dúvida, o elemento mais importante de um SSD

Os discos sólidos SSD têm uma memória cache, como qualquer outro disco rígido que armazena num directório da informação com a qual está a trabalhar, a modo de índice, até que se desligue o dispositivo. 

Por último, encontramos o condensador, cuja função é salvar as informações do disco SSD em caso de interrupção da alimentação de energia de forma abrupta, transferindo-a da memória cache (volátil), para a memória NAND (não-volátil).

Vantagens dos discos SSD

As vantagens dos discos SSD em relação aos discos antigos são múltiplas e variadas, sendo as mais notórias a sua estrutura e velocidade. 

A estrutura de um disco sólido SSD não contém partes móveis tradicionais, cabeças de gravação e discos, mas que é construído com uma placa com peças fixas, módulos de memória NAND e barramentos de acesso, principalmente.

Esta dita estrutura confere todas as vantagens que podemos apreciar num SSD: Maior velocidade, resistência a impactos, alta durabilidade e praticamente sem ruídos de funcionamento.

Na ausência de peças móveis, o desgaste é muito menor, conseguindo um aumento de horas efetivas de uso muito maior. O desaparecimento da cabeça e os discos resultou num acesso direto aos dados armazenados nos módulos de memória (com uma estrutura semelhante à de uma pen drive). Nos discos rígidos antigos, a cabeça deveria dirigir-se para a parte do disco onde se encontrava a informação e só aí, começar a lê-la. Além disso, em muitas ocasiões, poderíamos encontrar-nos com informação fragmentada, ou seja, armazenada em diferentes partes do disco, ou até mesmo noutro prato, ocasionando uma lentidão que se tornava exasperante nalguns momentos. Agora tudo funciona de forma muito mais fluida, não existindo fragmentação, permitindo aceder diretamente aos dados através de barramentos de comunicação.

Como consequência, sim, outra vez pela ausência das partes móveis, foi reduzido o nível de ruído do disco SSD, tornando-o quase inaudível, conseguindo uma sensação de ruído zero para o ouvido humano. 

A redução do consumo e da temperatura também são manifestas no uso diário de um disco sólido SSD. Unido ao resto das qualidades, comprar um SSD é uma aposta na inovação e no desempenho bruto do teu computador, seja apostando num disco sólido SSD interno ou um SSD externo.